‘Inicial |

Caros funcionários, parceiros, fornecedores e amigos / clientes.
Ao longo das últimas semanas a Onor Empire, vem passando por um longo processo de desgastes e decisões administrativas não habituais.
Isso causou muita estranheza em algumas partes e levou a divergências no nosso setor administrativo e na nossa diretoria.
Em face de cada um desses acontecimentos formados, a Presidente Executiva da Onor, dentro de suas atribuições, Annabelle Rech, destituiu o Conselho Gestor da empresa na última quinta-feira, 23 de setembro.

O setor de tecnologia da Onor, que tem diversas plataformas e serviços, também vem passando por instabilidades e tentar corrigir isso sem solução, tem sido em partes o
problema maior por trás de toda a crise pela qual passamos.
Desde 2012, esta é a maior crise enfrentada pelo Grupo, que sim, irá passar por ela.
Com perseverança, garra, determinação, colaboração e compreensão de todos.
Vamos promover ao longo dos próximos dias, uma série de ações que visam, ver a real situação de nossa marca.
E deixaremos de maneira transparente, essa situação aberta para todos.

Todos os nossos contratos que não são essenciais, serão suspensos.
Garantiremos apenas, os contratos hospitalares que sem os quais, não poderíamos atender nossos pacientes.
Enquanto cuidamos da saúde dos clientes Onor, vamos também gerenciar e cuidar de nossa saúde financeira.
Passamos por momentos difíceis e sombrios.
Inflação elevada, alta em tudo que se possa imaginar, uma pandemia que necessitou de incontáveis recursos para manter tudo de pé.
Agora, é hora de por a casa em ordem.
Nossa Executiva, Annabelle, sempre irá tomar as melhores decisões pensando não apenas no agora, mas no longo prazo.
Em todo legado que a marca Onor, O Novo Olhar para Revolucionar, significa.
Isso implica, fazer o que for necessário para reestruturar a empresa, independente das críticas que surgirem no caminho.
Nosso objetivo final, não são os lucros, mas o resultado que podemos atingir, melhorando a vida das pessoas.
Quer sejam nossos clientes, quer sejam nossos funcionários.

Neste instante, anunciamos por meio deste comunicado, as seguintes medidas administrativas.

1 – Todos os contratos não essenciais estão suspensos até segunda ordem.

2 – Nem um contrato será feito a menos que seja emergencial, até que a empresa seja auditada e conferida.

3 – Promoveremos uma reestruturação completa de nosso pessoal e nossas áreas de atuação.
Fatalmente alguns colaboradores serão desligados da empresa, mas faremos da forma menos traumática possível.

4 – Para aqueles que saírem de seus locais atuantes, tentaremos outras qualificações em outras áreas da empresa.
Para os casos que isso não for possível, pagaremos os direitos de trabalho adquiridos, mais um bônus mensal no valor de R$ 5000,00 pelo prazo de 3 meses, para que possam se ajeitar.

5 – As decisões administrativas da Onor, as pessoas desligadas da empresa, a Auditoria.
Nada disso será feito por Annabelle Rech, Executiva da empresa ou por parte de nem um funcionário da marca.
Essas ações serão praticadas por uma equipe de intervenção, que será nomeada por Annabelle.

6 – A partir do momento da nomeação desta equipe, Annabelle deixará o cargo de Executiva da Onor.
E ficará afastada de suas funções por 90 dias, período que pode ser prorrogado.
Mas, acompanhará passo a passo o desenvolvimento da nova estratégia de recuperação para que a Onor possa ressurgir, mais forte, maior, melhor.

7 – Todos podem ter a certeza, de que a empresa será gerida com responsabilidade, imparcialidade, compreensão.
Por pessoas capacitadas e que tem profundo conhecimento nas áreas de sua atuação, e na Onor como um todo.

Em breve, maiores informações.