Vidas salvas e modificadas durante a pandemia no Brasil e no exterior

Por Annabelle Rech

07/06/2021

Hoje o motivo que me trás a escrever, é uma razão para comemorar.
Comemorar que todos os esforços da equipe de médicos e pesquisadores da rede Santa Clara Onor, não poderiam estar dando resultados melhores.
Temos números surpreendentes no Brasil de pessoas que todos os dias são infectadas pela Covid-19.
Temos inúmeras variantes do vírus, muitas delas já circulando por aqui.
Nós precisamos enfrentar duas ondas graves, e estamos nos preparando para o enfrente da terceira.
Em algumas regiões do país, ela já chegou.

Mas as vitórias que temos que comemorar em meio a todo esse caos, precisam ser destacadas.
Ainda não existe um tratamento químico hospitalar, que seja 100% comprovado eficácia contra a Covid-19.
Talvez nunca tenhamos, porque o vírus age de formas diferentes em pessoas diferentes.
Assim como na imunoterapia, esse tipo de tratamentos se mostra necessário, com um protocolo individual para cada pessoa contaminada.
A Santa Clara vem trabalhando nisso, desde janeiro de 2021.
Pesquisas, estudos, pacientes que tem caso a caso analisado.
São mais de 30 mil páginas digitais de estudos já produzidas por nossa equipe de médicos, desenvolvedores e cientistas.
No intuito de levar o melhor tratamento possível a você.

É nesse sentido que foi lançado em janeiro, o medicamento Coronax.
Fórmula a base do Panax Ginseng, para o combate ao novo Coronavírus.
A fórmula já foi usada por milhares de pessoas no mundo desde então.
Em quase 6 meses desde sua livre comercialização liberada, vendemos 300 mil potes com 60 capsulas cada.
Esses potes foram destinados, 180 mil deles para o exterior, e 120 mil para o Brasil.
São Paulo é o maior comprador da medicação imunoterápica.
E depois vem o Rio Grande do Sul.
Na sequência aparecem Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Paraná.
Porém, temos condições de entregar embora haja um tempo de espera pela alta demanda, a quem nos pedir.
Nossa fábrica trabalha a todo vapor no Brasil, para a entrega do produto o mais rapidamente possível.
Já no exterior, temos uma linha de produção na Alemanha que distribue os medicamentos a Europa.
O Reino Unido, a Itália, a própria Alemanha, já adquiriram as medicações conosco.
Nos Estados Unidos e no Canadá, a medicação também deve chegar.
Na Coreia do Sul, estamos prestes a obter licença para comercialização do produto, o que também será muito bom.
O mesmo está perto de acontecer em Taiwan.

Esses 300 mil frascos de Coronax vendidos, representam muito para cada pesquisador, médico, para mim.
Representam a sensação de dever cumprido ao ajudar quem tanto precisa.
Infelizmente, muitas pessoas não tiveram tempo de experimentar essa sorte.
Seja pela intransigência dos governos, seja por conta da evolução do próprio vírus.
Mas todo o possível tem sido feito, para salvar o maior número de vidas.

Além do Coronax, a Onor se prepara para lançar um novo medicamento que já vem sendo testado há alguns meses.
A medicação, deve ser lançada até 28 de junho para comercialização e assim como o Coronax, é feita a partir de plantas medicinais.
O índice de sucesso do medicamento é grande, e ele já vem sido recomendado em protocolos da rede Santa Clara.
Mais detalhes sobre serão divulgados em momento oportuno.
É importante salientar, que essas medicações são protocolos de tratamento,
elas não impedem a pessoa de adquirir o vírus, se as regras sanitárias não forem seguidas.
Respeitar o distanciamento, tomar a vacina, usar máscara.
São métodos seguros que não podemos recusar nesse instante.